O que é TAG ? Conhecer = Ajudar TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA

Você sabe o que é TAG? Você tem? 
Conhece alguém que tenha?
Saiba mais sobre esta doença mais comum do que você imagina...



x

Importante entender, você ou alguém próximo pode ter esta doença ou estar iniciando este diagnóstico...

TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA.

É uma doença, e manifesta em diversos níveis, a ponto que nos mais fracos confunde-se facilmente com outros diagnósticos. Geralmente caminha ao lado da Depressão. Então não se sabe direito se é a ansiedade que leva à depressão ou se é a depressão que leva à ansiedade, mas as duas estão intimamente ligadas.

Ansiedade intensa e permanente que atrapalha e muito o dia a dia do diagnosticado, afetando principalmente sua vida profissional, não deixando de fora a social, acadêmica. Afeta nas atividades diárias pois simplesmente não conseguem se desligar dessas preocupações mesmo querendo imensamente.
Muito comum, porém pouco entendida e muito menos aceita quem não tem.
Existem cerca de mais de  2 milhões de casos por ano somente no Brasil, e 3 a 6% da população mundial

Geralmente é acompanhado por crises de pânico, nervosas e depressão.
Pode ocorrer em qualquer idade sendo:
6-13 Comum
14-18 Comum
19-40 Muito comum
41-60 Muito comum
60+ Comum 

É crônica: pode durar anos ou a vida inteira.
A condição tem sintomas semelhantes aos da síndrome do pânico, do transtorno obsessivo-compulsivo e de outros tipos de ansiedade. 
Esses sintomas incluem preocupação constante, agitação e dificuldade de concentração. Neste diagnóstico há crises agudas com sintomas físicos intensos, sendo neste caso a Ansiedade uma constante, onde o paciente não consegue parar de se preocupar.
Inclui: Irritabilidade, inquietação, preocupação excessiva, sensação de branco na mente, angústia, ansiedade extrema, choro fácil, medo, nervosismo, sentir-se diminuído, pensamentos ruins repetidamente, incluindo de suicídio.

Um outro sintoma marcante no TAG é a própria incapacidade de tolerar incertezas. Ninguém gosta de ficar sem uma resposta, mas, para o indivíduo portador do transtorno de ansiedade generalizada, esperar por uma conclusão em alguma situação é uma representação fiel do inferno na Terra.
O indivíduo não consegue fazer algo sem se preocupar demasiadamente,  e até com bastante antecedência, tendo também a sensação de perda de tempo, portanto deixa de realizar muitos projetos por conta disto.
Relaxar é a uma realidade extremamente distante para essas pessoas. O paciente simplesmente não consegue desligar seus pensamentos mesmo fazendo outras coisas, como assistir um filme, comer, trabalhar, estudar, tomar banho... Inevitavelmente lembrará do que o aflige em qualquer situação. 

A dificuldade de concentração desespera ainda mais a pessoa com TAG, pois na grande maioria dos casos pensa em várias coisas ao mesmo tempo,  nunca se desconectando do problema, portanto atrapalha o trabalho, estudos e até relacionamentos, por conta de querer desempenhar  tudo corretamente, e demora ainda mais pois torna-se mais detalhista pelo simples medo de fracassar ou entregar algo abaixo das suas próprias expectativas, o que atormenta gravemente esse indivíduo.
Pensamentos suicidas e comportamentos de auto mutilação,  fazem parte do diagnóstico em alguns casos. 

Sintomas físicos muito apresentados:
Dores locais, enxaqueca e principalmente nas costas devido a intensa tensão / rigidez muscular;
Fadiga, inquietação, palpitação, insônia, perda de energia, pesadelos, tremores, falta de ar, tontura, vômito, boca seca,  náusea,  espasmos, problemas de estômago, alteração de pressão arterial, diarréia, sudorese excessiva, necessidade de ir ao banheiro com frequência, o que as vezes na impossibilidade ou alguma crise o paciente pode se urinar sem querer, gerando maior constrangimento. 

Infelizmente, o transtorno de ansiedade generalizada costuma ser persistente e difícil de tratar, podendo ocorrer diversas recaídas. É possível que o paciente necessite de tratamento para toda a vida, não sendo algo pontual que se resolve em poucas semanas ou meses. Entretanto, o paciente pode melhorar mesmo sem curar totalmente, devendo sempre ficar atendo aos sintomas para retornar ao tratamento o quanto antes caso necessário.

O tratamento inclui  terapia e medicamentos:
(todos com efeitos colaterais, o que muitas vezes são testados diversos medicamentos até encontrar o mais adaptável)

Inibidor seletivo de recaptação de serotonina (ISRS)
Alivia sintomas de depressão e ansiedade.
Ansiolítico
Alivia a ansiedade e a tensão. Pode causar sono.
Antidepressivo
Previne ou alivia a depressão e regula o humor.


Deixar os sintomas ansiosos sem um tratamento piora gradativamente o quadro psiquiátrico. 
Deve-se evitar o álcool e o tabaco, que apesar de serem duas drogas que, a princípio, relaxam o corpo, no fim das contas elas podem piorar o estado do indivíduo.

No entanto uma das coisas que mais contribui para piorar, é a falta de entendimento da sociedade, bem como a distorção e muitas vezes o bulling.
Não é porque não tem sangue que deixa de ser doença, que não se sente dor...
Não é falta de Deus...
Não é falta de Fé...
Não é brincadeira...
Não é frescura nem manha...
Não é falta de roupa para lavar...
Tentativa de suicídio não é brincadeira...
Automutilação não é status...
Estar bem vestida, limpa e maquiada não é sinônimo de estar ótima, muitas pessoas sorriem por fora chorando por dentro...

NÃO JULGUE O QUE NÃO SABE!!!

SE NÃO PODE AJUDAR AO MENOS NÃO ATRAPALHE. 

Desabafar ajuda muito, estou aqui como paciente e como Amiga para quem precisar...

Lilian Lika







Comentários

  1. Realmente é uma verdade constante nos dias de hoje...vejo de perto essa condição

    ResponderExcluir
  2. Amei a matéria, parabéns Liliii

    ResponderExcluir
  3. A TAG realmente é complicada..eu sei e vc é uma guerreira. Te amo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por participar do Blog.

CLIQUE AQUI E SIGA O BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

VEJA AQUI OS BONITÕES DO ROCK !!!

CONTATO COM LIKA

Nome

E-mail *

Mensagem *